SISU 2017 – MUDANÇAS, NOTAS DE CORTE, LISTA DE ESPERA

SISU 2017 – MUDANÇAS, NOTAS DE CORTE, LISTA DE ESPERA – O Sisu 2017 é um importante sistema de ingresso no Ensino Superior. O período de inscrições tornou-se famoso em mobilizar milhares de candidatos ansiosos em frente ao computador durante o período de inscrições. Nessa hora, ter calma e objetivo contribuem bastante para a sensação de ter feito a melhor escolha no final. O (SISU) Sistema de Seleção Unificada possui suas particularidades, então estar atento a palavras-chave como NOTA DE CORTE e LISTA DE ESPERA, MUDANÇAS E ESTRATÉGIAS são de suma importância para não ficar confuso ou perder grandes oportunidades no momento de sua inscrição para o sisu 2017. 

Dados do Sisu de 2016 apontam que Direito está entre os cursos mais procurados do Brasil, sendo os primeiros colocados Administração e Pedagogia. Já Medicina se classificou entre os cursos mais concorridos pelos inscritos, exigindo as maiores notas.

A primeira edição de 2017 conta com algumas novidades divulgadas pelo Ministério da Educação. Saber quais são essas mudanças é necessário para não ter dificuldade em compreender as exigências de algumas Universidades.

Jamais deixe sua inscrição na plataforma virtual do programa para última hora. Evite correr o risco de problemas na conexão o impedirem de aproveitar essa oportunidade. Além do mais, abaixo mostraremos que cada dia de inscrição pode ser valioso para análise e definição de suas escolhas.

MUDANÇAS SISU 2017

O MEC divulgou na  Portaria Normativa do MEC nº 2/2017  (http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=55661-portaria-sisu-abre-pdf&category_slug=janeiro-2017-pdf&Itemid=30192), algumas mudanças que conferem maior autonomia para as instituições de ensino superior público que adotam o Sisu como sistema de seleção.

As Universidades poderão adotar como critério de seleção uma média mínima das cinco áreas do conhecimento, que é a nota obtida nas provas do Enem.

– Ciências Humanas e suas Tecnologias;

– Ciências da Natureza e suas Tecnologias;

– Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;

– Matemática e suas Tecnologias;

– Redação;

Essa média simples, não considerando cálculos com pesos, seria a soma das notas obtidas em cada prova e depois a divisão desse valor por cinco. Por exemplo, para se candidatar em determinado curso a média mínima será de 500,00 pontos no Enem. Assim, poderão se candidatar a vaga de graduação apenas os candidatos que obtiverem média igual ou superior a esse valor que a instituição exigirá. No momento da inscrição, o sistema detalhará as exigências de cada curso e como o cálculo é realizado.

Algo que já era disponível às Universidades e que vai permanecer é uso do critério de nota mínima em cada uma das cinco áreas. Logo, para se inscrever em certo curso, o estudante tem que ter obtido em cada área do conhecimento (Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias e Redação) uma nota mínima.

Como exemplo 400,00 pontos no mínimo, em cada prova. Não se preocupe o uso ou não desse critério e o valor exigido será definido por cada instituição de ensino e detalhadamente exposto na plataforma do Sisu durante a inscrição.

DIFERENÇA ENTRE PRIMEIRA E SEGUNDA OPÇÃO DE CURSO

No Sisu 2017 os candidatos têm direito a se inscrever em duas opções diferentes de graduação. A grande diferença entre o posicionamento das escolhas é que se for aprovado na primeira opção de curso a segunda opção não será considerada, mesmo que esteja classificado de acordo com sua pontuação e colocação, você deve fazer sua matrícula apenas para aquela opção.

O sistema considera que a primeira opção é sua preferência. Por outro lado, se for convocado (classificado) em segunda opção, mas não em primeira opção, você pode matricular-se ou não e continuar concorrendo ao curso de primeira opção por meio da lista de espera.

LISTA DE ESPERA

Portanto, o mais importante é que apenas para a “Primeira opção de curso” é válido o benefício de “LISTA DE ESPERA”. Essa lista funciona da seguinte maneira: não selecionado na primeira chamada regular, seu nome continuará posicionado na lista, podendo ser convocado, caso restem vagas remanescentes.

Os principais motivos de haver convocação para quem está na lista de espera é a desistência de alguém que foi aprovado, documentação insuficiente dentro do prazo máximo ou a inverdade de informações confirmadas no momento da candidatura à vaga, o que leva a desclassificação.

Atenção: É necessário manifestação de interesse em participar da lista de espera, o que ocorre para aqueles que não foram selecionados em primeira opção de curso. Depois de saído o resultado da primeira chamada regular, a mesma plataforma do Sisu ficará aberta durante alguns dias para a confirmação. O que é simples, basta clicar em um botão no quadro “Primeira opção de curso” escrito “PARTICIPAR DA LISTA DE ESPERA”.

A relação de pessoas que manifestaram interesse em participar da lista de espera é transferida pelo Sisu às Universidades, que usarão critérios próprios de convocação. Portanto, cada candidato deve acessar a plataforma de ingresso da determinada instituição e ler atentamente e acompanhar informações acerca do cronograma de convocação, pré-matrícula e se será necessário realizar outras manifestações de interesse pela vaga, atente-se a isso! As universidades também divulgam tabelas com a citação dos candidatos em lista de espera, identificando por meio do número de inscrição de cada um, as colocações e suas respectivas notas.

NOTA DE CORTE – ACOMPANHAR INSCRIÇÃO SISU

Normalmente, o período de inscrições dura quatro dias. Nesse tempo os estudantes podem alterar sua opção de curso quantas vezes quiserem. Durante as madrugadas o sistema atualiza a “NOTA DE CORTE” para todos os cursos participantes do Sisu.

A nota de corte funciona assim: por exemplo, uma modalidade de um determinado curso possui 5 vagas, a nota de corte é a nota do candidato que está localizado na quinta posição (da maior para a menor nota). Ou seja, alguém que desejar se inscrever nesse curso, para ser classificado terá que obter nota superior à desse candidato que está na última posição dos que, até o momento, seriam selecionados.

Em um dia a nota de corte pode ser suficiente para você estar dentro do curso que escolheu, mas no outro não. Portanto, a fim de aumentar suas chances de conseguir uma vaga na Universidade, estabeleça o que realmente quer, pesquise bastante e defina se haveria possibilidade de deslocamento de sua cidade para iniciar seus estudos. O Sisu oferece uma gama de oportunidades as quais podem ser avaliadas durante o período de inscrições por meio da alteração de opções de curso até o último dia.

Atenção: as duas opções marcadas no último dia de inscrições valerão para sua classificação no Sisu, então cuidado quanto a isso, pois às 00h00min do dia posterior não será possível alterações.

ESTRATÉGIAS PARA FAZER BOAS ESCOLHAS NO SISU

  • APROVEITE O PRIMEIRO DIA DE INSCRIÇÕES: geralmente, nesse dia os estudantes colocam as opções que realmente almejam cursar para se ter uma noção do quão perto ou longe estão de alcançar esse objetivo. Então aproveite essa chance!
  • ESCOLHA DA PRIMEIRA OPÇÃO: pense bem no que verdadeiramente quer fazer. Essa opção te dará a oportunidade da participação na de LISTA DE ESPERA.
  • ESCOLHA DA SEGUNDA OPÇÃO: pode não ser “o” curso, mas escolha algo que há chance de classificação, pois você só poderá tentar uma vez. Contudo, reflita: “Farei a graduação se passar?”.
  • OBSERVE AS NOTAS DE CORTE: o período de quatro dias está a sua disposição para isso. Vale lembrar que as notas de corte finais e a sua colocação final pode mudar bastante, mas algumas situações são previsíveis.
  • SUA COLOCAÇÃO NA LISTA DE ESPERA PODE SER BEM DIFERENTE: se sua classificação não é tão boa no último dia de inscrições, mas seu curso de primeira opção é o que realmente você faria, não significa que na lista de espera esteja tão longe de ser convocado. Reflita: nem todas as pessoas que estão na sua frente marcaram esse curso como primeira opção, assim eles não estarão na sua frente na lista de espera, assim você pode subir posições preciosas.
  • PESQUISE AS NOTAS DE CORTE FINAIS DOS ANOS ANTERIORES: essas informações podem auxiliá-lo, sobre o histórico do curso que deseja em determinada instituição. Assim, saberá se é mais ou menos concorrido.
  • PESQUISE AS CONVOCAÇÕES DE ANOS ANTERIORES EM LISTA DE ESPERA: essas convocações são feitas nos sites das Universidades. Saber se o curso escolhido possui tradição de convocar candidatos em lista de espera pode auxiliá-lo a confirmar sua escolha da primeira opção. Atenção: o que já aconteceu em edições anteriores não necessariamente pode ocorrer dessa vez.

Vale destacar novamente que as notas de corte provisórias são bastante artificiais, principalmente para carreiras muito concorridas. O que significa que essas notas mudam bastante no decorrer do processo. Inclusive, a nota de corte lançada no último dia de inscrições poderá sofrer alterações, já que nesse dia os candidatos ainda poderão realizar novas trocas que vão interferir no resultado final.

Outro aspecto que torna as notas de corte não definitivas é que muitos estudantes que moram em localidades muito distantes do local do curso onde foram classificados, não realizarão suas matrículas devido à distância.

Além disso, vários candidatos inscritos no Sisu estão aguardando o resultado de diferentes vestibulares tradicionais, mesmo que passem no Sistema de Seleção Unificada, podem dar preferência a outras instituições e deixarão livre a vaga que ocuparia. Por fim, se no último momento não estiver posicionado entre os classificados, você ainda poderá ser convocado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *